notícias sobre o mundo do entretenimento

  • Grey Facebook Ícone
  • Cinza ícone do YouTube
  • Grey Instagram Ícone
  • Isabella Mori

CRÍTICA: SOL DA MEIA-NOITE

Updated: Sep 5, 2019


O que você faria se pudesse morrer a qualquer momento? Essa é a realidade de Katherine Price, protagonista de Sol da Meia-Noite (Midnight Sun, 2018), uma jovem garota recém-formada no colegial que possui a rara condição genética XP, Xeroderma pigmentoso, que torna o corpo sensível à luz solar. Por conta de sua doença, Katie teve uma infância diferente, com alguns cuidados a mais. Passou muito tempo dentro de casa, onde esteve protegida do Sol. Seus grandes traumas surgiram nessa época, principalmente quando assistia a suas colegas brincando ao ar livre pela janela de seu quarto.


Diante de sua solidão, Katie encontrou na música sua forma de se expressar e um lugar de refúgio. O violão se torna praticamente seu melhor amigo e transforma a jovem garota em uma incrível artista. Seu pai viúvo, Jack Price, completamente dedicado à sua filha, carrega a grande responsabilidade de criar uma criança como sua filha para o mundo e a dor de impedi-la de ter uma “vida comum” como a de suas amigas da escola.


De seu quarto, Katie observa um mesmo garoto skatista que todos os dias passa por sua rua. De repente, se descobre apaixonada por ele, Charlie, um antigo colega de classe. Aos poucos, esse amor parece se tornar impossível. Anos se passam e, certa noite, por acaso, os dois se encontram na estação de trem da cidade, enquanto Katie toca violão para estranhos em troca de gorjetas. A belíssima cena é prova de que jamais se deve duvidar do poderoso destino, capaz de unir pessoas da forma mais improvável possível.


Com a ajuda de sua grande amiga de infância, Morgan, Katie se apresenta a Charlie e, como um amor à primeira vista, os dois jovens se apaixonam profundamente um pelo outro. Durante um tempo, Katie esconde sua doença de Charlie como se fosse o seu maior segredo, até o dia em que passa uma tarde com seu namorado à beira do rio e seu corpo sofre graves consequências. A revelação faz Charlie investigar o grande problema de sua amada. Quando descobre que a doença pode matar sua namorada a qualquer momento, é tomado por uma onda de desespero e se dedica a fazer dos últimos dias de Katie os melhores de sua vida. A leva à praia pela primeira vez e velejam no mar em uma cena tremendamente emocionante.



Sol da Meia Noite é um drama romântico que nos mostra até onde o amor pode nos mover e traz a reflexão sobre os melhores momentos de nossas vidas: aqueles em que nos entregamos por completo. Katie, mesmo com seus dias contados, manteve seu entusiasmo e gratidão à vida, o que pode ter atraído a grande companhia de Charlie, seu grande amor fiél até os últimos dias de sua vida. Uma grande história de amor com direção de Scott Speer e bom elenco de atores como Bella Thorne em destaque, Patrick Schwarzenegger e Rob Riggle, faz o público se apaixonar e se emocionar com e pelo casal.


Sol da Meia-Noite estreia nos cinemas no dia 14 de junho. Confira!



Para mais conteúdo como esse, inscreva-se na Flit Studios: www.youtube.com.br/flitstudios

#CRÍTICAS #TRAILERS #LANÇAMENTOS #CINEMA

SOBRE NÓS

PRODUÇÕES

ENTRETENIMENTO

  • White Facebook Icon
  • White YouTube Icon
  • White Instagram Icon

© 2019 Flit Studios. Todos os direitos reservados.